Chiefs surpreendem e vencem Patriots na abertura da NFL

Ontem, em minha coluna do 10 jardas, comentei sobre o jogo de abertura da temporada, New England Patriots x Kansas City Chiefs, e assim como a maioria das pessoas (casas de aposta, amigos, apresentadores da ESPN, etc), a opinião de favorito para vencer a partida era o New England Patriots, afinal, são os atuais campeões, o jogo seria em Foxborough e o elenco (no papel), tinha nomes de jogadores teoricamente melhores do que dos Chiefs, além de claro, ter Tom Brady e Bill Belichick no comando.
Porém, o esperado não aconteceu, o que vimos foi uma vitória larga de Kansas sobre o New England, deixando todos os torcedores dos Patriots estarrecidos, assim como essa que vos fala.

Antes da partida, inauguraram o novo banner de campeão no Gillette Stadium. Momento emocionante para todos os torcedores, e principalmente para Julian Edelman, que entrou em campo, com um dos Lombardi Trophys em mãos. Mancando e visivelmente abalado, Edelman proporcionou um dos momentos mais tocantes do jogo para todos os fãs que sabem o quanto esse jogador dá a vida pelo futebol e, devido a uma lesão, ficará fora esse ano. (escrevo isso com lágrimas nos olhos).
Pois bem, vamos a partida. Até o 3º quarto, o jogo foi bem equilibrado. Brady conseguiu distribuir bem o jogo áreo e corrido, mas o QB não estava em uma noite muito inspirada. Terminou a partida com um rating de 70.6, lançando para 267 jardas, completando apenas 16 dos 36 passes tentados: 6 para Amendola, 3 para Brandin Cooks e James White, 1 para Burkhead e apenas 2 para Rob Gronkowski. No jogo terrestre, Mike Gillislee foi o nome da partida (RB draftado em 2013 pelos Dolphins e com duas temporadas pelos Bills), se sobressaiu com 15 corridas e marcando 3 touchdowns. James White na sequência, com 10 tentativas e 38 jardas no total.
A OL da equipe foi bem até, conseguiu dar bastante tempo para Tom Brady fazer seus lançamentos, porém, seus recebedores tiveram dificuldades de se livrar da marcação.
A defesa não trabalhou bem durante toda a partida, cedendo 537 jardas e 42 pontos. A secundária dos Patriots parecia meio perdida, “batendo cabeça”, e dando muitos espaços para Alex Smith e companhia fazerem diversas jogadas importantes.
Por falar em Alex Smith, ele foi muito bem na partida, muito melhor que Tom Brady. O QB de Kansas terminou a partida com 28 passes completos dos 35 tentados, 80% de aproveitamento, e um rating de 148.6, que é um número excelente.
Do lado do Kansas City Chiefs, a estrela da noite foi o running back Kareen Hunt, rookie escolhido na 3ª escolha do draft, número 86 no geral. O novato teve 17 corridas, 5 recepções, total de 246 jardas e marcou 3 touchdowns. Ele literalmente fez a festa na defesa dos Patriots. Tyreek Hill e Travis Kelce, outros dois grandes nomes da equipe, tiveram 12 recepções ao todo, 177 jardas e 1 touchdown marcado por Hill.
Apesar de alguns tropeços (literalmente), a equipe de Kansas estava muito bem preparada e conseguiu com facilidade, encontrar espaços na defesa dos Patriots e liderar o jogo, vencendo por 42 a 27.

Porém a noite não foi perfeita para o Chiefs. O safety Eric Berry deixou o campo no último período com lesão no tendão de Aquiles, que já foi confirmada deixando-o fora de toda temporada.
Já pelo Patriots as lesões foram menos "alarmantes", o linebacker Dont’a Hightower sofreu um entorse no ligamento colateral medial do joelho, Ian Rapoport descreveu como um entorse "leve", sendo questionável seu retorno para a semana 2 contra o Saints, porém com 10 dias para recuperação pode ser que retorne.
Já o Wide receiver, Danny Amendola pode ter sofrido uma possível concussão, Michele Tafoya disse na transmissão da NBC que o jogador estava "no vestiário e parecia estar no protocolo de concussão ".
Até o momento dessa matéria, ainda não temos informações mais detalhadas sobre a situação de Amendola, porém, se for confirmada a concussão, será uma enorme perda para os Patriots, que já se encontram sem seu principal wide receiver, Julian Edelman, além de Malcom Mitchel que foi colocado na Injured Reserve, com uma lesão no joelho.
Eu não sei vocês torcedores dos Patriots, mas eu achei o time extremamente apático, e Brady não estava no seu normal, de brigar e tentar motivar a equipe. Parecia até que estava conformado com o resultado, por talvez já saber das possíveis dificuldades da equipe. Como disse, a equipe tem jogadores teoricamente melhores que o elenco que foi campeão do Super Bowl, porém, fazer toda essa engrenagem funcionar bem, é outra história.
De qualquer maneira, para os Patriots e seus torcedores, essa foi uma daquelas noites a serem esquecidas, mas ainda não é momento de entrar em pânico. Já vimos diversas situações em que a equipe começou a temporada perdendo, ou teve jogos até piores que esse (por exemplo o fatídico jogo também contra os Chiefs em 2014, que Brady chegou a ficar no banco até, mas depois disso, a equipe venceu o Super Bowl daquele ano). Sabemos da capacidade de Bill Belichick colocar a equipe nos eixos, só tem que ser rápido, porque semana que vem a partida é contra Drew Brees e o New Orleans Saints, e daí eu quero ver essa defesa dar conta do recado. #oremos
Quanto aos Chiefs, foi definitivamente uma noite de glórias, vencer o New England, em casa, na noite de abertura e da inauguração da faixa de campeão, não é para qualquer um não, e visto que o time trabalhou muito bem já no primeiro jogo, a tendência é tentar manter o ritmo e fazer os ajustes necessários para crescer ainda mais na temporada e não morrer na praia. Pelo que vimos nessa primeira partida, os Chiefs aparentam novamente ser candidatos fortes para conseguir vaga nos playoffs.

Deixe um comentário

%d blogueiros gostam disto: