Mais uma grande batalha AFC North

A noite de domingo nos traz um confronto divisional que poderia ser uma batalha com implicações no título da AFC North. Não será, mas esse jogo tem muito para atrair os olhos dos fãs da NFL. Como Pittsburgh (10-2) tem uma vantagem de três jogos sobre Baltimore (7-5) com quatro para jogar, então um título de divisão para os Ravens é bastante improvável. Entretanto, quando essas equipes pensam em playoffs, ainda há muito em jogo.
O Baltimore, atualmente, tem a segunda vaga de wild card na AFC, atrás de Jakcsonville (8-4), enquanto Pittsburgh está empatado com New England na briga pela ponta da conferência. Além disso, ambas as equipes vêm de vitórias seguidas: três para os Ravens e sete para os Steelers. Pelo retrospecto, os Steelers estão na frente 23-20, e também venceram o primeiro confronto da temporada por 26-9.
Embora os dois times sejam conhecidos por seu estilo de jogo mais físico, esperamos não ter uma repetição do que vimos no jogo Steelers vs Bengals.

Na partida de hoje é esperado uma batalha defensiva e Baltimore terá que jogar bem para parar o trio BBB dos Steelers (Ben Roethilisberguer, Le’Veon Bell e Antonio Brown). Defensivamente, os Ravens têm permitido 17,2 pontos e 311,3 jardas por partida e aparece na sétima posição geral da liga. Os LBs C. J. Mosley e Terrell Suggs lideram o time em tackles (101) e sacks (10,5), respectivamente. Já o S Eric Weddle tem cinco interceptações. Todos eles estão 10 melhores da NFL nesses quesitos. Na última partida contra os Lions, os Ravens perderam o CB Jimmy Smith, que está fora da temporada, após romper o tendão de Aquiles. Como resultado, o time confia nos jovens Marlon Humphrey e Maurice Canady para iniciar a partida. Não é oficialmente o primeiro início de Humphrey, mas é esperado que jogue toda partida e enfrenta seu grande teste ao marcar o principal recebedor da liga, Antonio Brown. A boa notícia é que, no último confronto, a defesa conseguiu segurar Brown cedendo apenas 34 jardas, sendo que ele ainda não tem uma partida de mais de 100 jardas contra os Ravens desde 2014.
Mesmo com a ausência de Smith, a defesa verá o DT Brandon Williams se alinhando no domingo. No primeiro confronto contra os Steelers, o DT esteve fora com uma lesão no pé e isso provavelmente ajudou Le’Veon Bell a fazer uma partida de 144 jardas e dois TDs. Dessa vez, não deverá ser tão fácil. Além disso, como o RB dos Steelers vem aparecendo bem recebendo bolas – ele tem 17 recepções e 194 jardas nas duas últimas semanas – os Ravens precisam forçar Bell a ficar no backfield e formar uma parede em frente a ele.
No quesito ataque, os Steelers não têm do que reclamar, principalmente, com Brown que lidera a NFL em recepções (88), jardas (1296) e TDs (9). O último jogador a liderar a NFL em todas as três categorias foi Steve Smith em 2005. E obviamente, a forma mais eficiente de parar o trio BBB será forçar seu principal articulador ao erro. Com o jogo corrido não encaixado, o ataque dos Steelers tem dependido muito do jogo aéreo e somente 6 times da NFL tem mais interceptações que Pittsburgh. E a defesa de Baltimore lidera a NFL em interceptações (20). Na verdade, a defesa dos Ravens já forçou 29 turnovers e quatro deles foram retornados para TD.

No ataque, Flacco tem um ou menos passes para TD nos últimos 10 jogos, embora na última semana tenha marcado 37 pontos. Contra os Lions, os Ravens foram mais agressivos no ataque áereo e Joe Flacco fez seu melhor jogo da temporada. No conjunto da obra, os WR Mike Wallace e Jeremy Maclin tem juntos 878 jardas e 6 TDs, enquanto que o TE Benjamin Watson tem 45 recepções. Enfrentar a quarta melhor defesa da liga será um desafio para Flacco. Mas ele afirmou que adora jogar no Heinz Field das sete últimas partidas lá ele completou 64,4% dos passes e teve 8 TDs e 3 interceptações. Venceu quatro.
O ataque corrido de Baltimore é o 12º da liga, com média de 115,5 jardas por confronto e Alex Collins lidera o time com 705 jardas e 4 TDs. Como estratégia, Baltimore vem alternando bem os três RBs – Alex Collins, Javorius "Buck" Allen e Danny Woodhead e aplicá-la será importante para desgastar a defesa adversária e controlar o relógio, mantendo o poderoso ataque de Pittsburgh fora de campo. De Baltimore, o LB Za’Darius Smith foi relacionado como duvidoso e o G Jermaine Eluemunor o WR Jeremy Maclin e o LB C.J. Mosley são questionáveis.
O que mais vai fazer falta neste jogo, com certeza, será LB Ryan Shaizer, dos Steelers. A defesa sentirá a sua ausência e quem entrará no seu lugar é Mike Tomlin. Só que uma defesa que cede apenas 294 jardas por jogo e 20 interceptações na temporada, significa que Ravens terá muito trabalho. Flacco terá que tomar cuidado com Vince Williams que já tem 7 sacks, a OL precisará ficar ligada nele.
Na perspectiva dos playoffs e do fim da temporada regular, o que separa as duas equipes é que uma já chegou lá e a outra ainda luta para estar. Nessa noite de domingo isso pode fazer toda a diferença.

Deixe um comentário

%d blogueiros gostam disto: