NFL anuncia mudanças para a temporada 2017

Na reunião feita hoje em Chicago, os proprietários das franquias da NFL votaram em potenciais mudanças para a próxima temporada. Dentre as propostas, tivemos: redução do tempo de prorrogação, aumento das regras de injured reserve e “aliviar” penalidades para celebrações de touchdowns.
O Comissário Roger Goodell, anunciou as mudanças referente as celebrações, mas esse não foi o único ajuste feito pela liga. No total, quatro grandes mudanças foram aprovadas, veja quais:
Ajuste nas punições de celebração de touchdown:
Uma das maiores mudanças que a liga anunciou nessa terçca-feira foi o fato de que vão “pegar mais leve” na punição das celebrações pós touchdown. Goodell publicou um comunicado explicando as mudanças, que permitem que os jogadores comemorem em grupo, usem a bola e o chão para fazer algo estilo “anjos de neve” (veja exemplos abaixo). Anteriormente, esse tipo de celebração acarretava em punições.

Os jogadores ainda estão proibidos de fazer celebrações longas, diretamentes aos oponentes ou agressivas, mas com certeza é um grande passo para fazer a liga ser mais divertida novamente.
Veja aquia declaração completa de Goodell.

Prorrogação de 10 minutos
A NFL oficialmente diminuiu o tempo de prorrogação de jogos de pré-temporada e temporada regular de 15 para 10 minutos. As prorrogações de playoffs continuarão 15 minutos, mas o objetivo dessa mudança é diminuir o número de snaps, visando preservar a saúde dos jogadores, caso tenham jogo na semana seguinte ou dentro de 4 dias (no caso do time jogar no domingo e na quinta).
Essa mudança já tinha sido discutida anteriormente, no encontro anual, mas voltou à pauta na terça. Torcedores da liga reclamam, pois isso significa menos tempo de futebol e que provavelmente tenhamos mais jogos empatados.
Tivemos 83 prorrogações nas últimas 5 temporadas, por volta de 3% dos jogos, e apenas 5 deles terminaram empatados. Se esses jogos tivessem terminado cinco minutos antes, como diz na nova regra, teríamos 16 empates.
Obviamente o cenário dos jogos poder ter sido diferentes, mas é uma maneira de analisar. O triplo de empates não é algo muito divertido de ver, e com certeza, os torcedores prefeririam que cinco minutos fossem adicionados ao invés de retirados do jogo.

Corte de 75 homens eliminado
O elenco dos times são limitados a 90 homens por boa parte da offseason, mas antes da temporada regular começar, a liga requer que as equipes diminuam esse elenco para 53 jogadores. Geralmente, tem um dia de corte entre esses dois períodos, de 90 para 75.
Porém, hoje, a liga eliminou esse corte, forçando os times a irem direto de 90 para 53 jogadores. Isso permitirá que os clubes mantenham os jogadores por mais tempo, sendo possível observá-los melhor durante o training camp e a pré-temporada.

Duas vaga de curto prazo de IR
A NFL fez uma mudança sútil ano passado, permitindo que os times declarassem qual jogador seria designado para retornar depois da lesão, e não no momento em que o jogador era colocado na IR (injured reserve). Foi uma mudança bem recebida, que facilitava os técnicos determinarem qual jogador realmente estaria pronto para retornar depois do mínimo de oito semanas.
Agora, a NFL permitiu que o time faça isso com dois jogadores durante a temporada. Por exemplo, se duas estrelas do time estão na injured reserve, o time pode agora ativar ambos depois de oito semanas, ao invés de ter que escolher entre os dois.

Super Bowl LV
Por último, a mudança feita não foi referente às regras, mas sim, ao Super Bowl LV, que será em 2021. A final aconteceria no novo estádio do Los Angeles Rams e Los Angeles Chargers, porém, semana passada as franquias anunciaram um atraso nas obras, o que fará com que o estádio fique pronto apenas no verão de 2020. Pelo fato de a NFL não permitir que um estádio receba o Super Bowl no ano de sua inauguração, os donos das franquias votaram para que o evento seja transferido para Tampa Bay.

Deixe um comentário

%d blogueiros gostam disto: